PÓS 100% ON-LINE

Saúde Pública

16/01/2023

360 HORAS

Preencha os campos abaixo e descubra as condições especiais

PORQUE ESCOLHER A UVA?

Padrões internacionais de qualidade para fortalecer o seu currículo.

Comodidade

Formação autoinstrucional, com aulas 100% on-line para você estudar no seu ritmo e de onde quiser.

Modalidade Intensiva

Certificação em até 6 meses para transformar sua carreira em ainda menos tempo.

Conteúdos com visão prática

Voltada para o mercado profissional. Plataformas digitais com materiais e vídeos para implementar seus estudos.

Mesma qualidade do modelo presencial

Cursos com nota máxima no MEC para ampliar sua empregabilidade, sem sair de casa.

Modelos de formação que se adaptam à sua rotina.

Ideal para quem busca mais flexibilidade e tem menos tempo na rotina. É indicada para quem quer evoluir profissionalmente, mas precisa encaixar os estudos dentro do seu dia-a-dia.

Você estuda uma disciplina por vez e consegue ter mais tempo para se dedicar na conclusão de todas as etapas do seu plano de estudo.

É a solução ideal para quem busca uma certificação rápida em um curto espaço de tempo, sem perder qualidade e sem deixar de aprimorar seus conhecimentos.

Nessa modalidade é indispensável a disciplina e o comprometimento, já que você terá que organizar o seu tempo para realizar 02 disciplinas por vez, ao invés de 01 disciplina como no modelo tradicional.

Qual o objetivo do curso?

Possibilitar ao aluno o desenvolvimento, ampliação e qualificações técnicas necessárias para atuar no campo da saúde pública com capacidade de analisar, intervir, modificar e reorganizar os serviços e ações coletivas em saúde, garantindo a eficácia da assistência e melhoria na qualidade de vida da população assistida.

Habilidades que você irá aprender:

Elaborar programas de projetos em diversas áreas da saúde pública; Prestar apoio a gestão da saúde tanto na atenção básica, como na média e alta complexidade; Analisar e avaliar os impactos das políticas; Propor estratégias mais eficazes e eficientes na construção de políticas públicas; Elaborar protocolos que favoreçam a melhor acesso e fluxo de pacientes no SUS.

Para quem é indicado o curso?

Profissionais, com nível superior, que trabalham ou que pretendam trabalhar nos diversos campos da Saúde Pública, em especial, os profissionais de Ciências da Saúde.

Plano de Estudo

Ementa
Psicologia positiva: uma introdução. Principais conceitos da psicologia positiva. Mindfulness e felicidade. Inteligência emocional. Sistema nervoso e emoções. 

Objetivo
Relacionar a Psicologia Positiva, a prática de Mindfulness e a Inteligência Emocional.

Ementa
Ensinar noções iniciais de Primeiros Socorros em casos de emergências clínicas, não traumáticas (urgências clínicas, obstétricas e psiquiátricas). Ensinar a abordagem inicial ao paciente politraumatizado, tanto em ambiente pré-hospitalar como em ambiente intra-hospitalar (Pronto Atendimento). Atendimento especializado às vítimas em situações que requeiram o Suporte Básico e Avançado de Vida.

Objetivo
Conhecer os princípios da assistência ao paciente em situação de urgência e emergência nos diversos contextos do atendimento à saúde à vítima, no ciclo vital.

Ementa
A gestão de pessoas; A seleção de pessoas na área pública e a retenção de talentos; A avaliação de pessoas na área pública; Ética e Moral; A ética nas negociações; A ética nos dias de hoje.

Objetivo
Analisar todos os aspectos que envolvem a gestão de pessoas no setor público desde a seleção, contratação até a avaliação periódica e a demissão. Compreender o que é ética e como ela é aplicada ao setor público em geral.

Ementa
Apresentar e discutir toda a gama de inovações que podem ser implementadas no setor público. Apresentar o funcionamento da gestão da informação no setor público, desde a sua teorização até os ciclos de transformação e armazenamento das informações. Gestão Estratégica e visão do Futuro; O setor público e a gestão moderna; Smart Cities e seus planejamentos; Ferramentas de gestão para a área pública; As informações e o Processo de tomada de decisão; A gestão do risco por meio da gestão da informação. 

Objetivo
Apresentar e discutir toda a gama de inovações que podem ser implementadas no setor público. Apresentar o funcionamento da gestão da informação no setor público, desde a sua teorização até os ciclos de transformação e armazenamento das informações.

Ementa
Conceitos de saúde, processo saúde-doença. Modelos de atenção à saúde no contexto nacional e internacional. Evolução das políticas públicas de saúde no Brasil. Sistema Único de Saúde: princípios organizativos e doutrinários; leis que regem sua organização e financiamento. Redes de atenção em saúde. Atenção Primária à Saúde. Estratégia de Saúde da Família. Políticas de saúde para grupos específicos (saúde da mulher, recém-nascido, criança, adolescente, adulto, idoso, vigilância em saúde, saúde mental). Política nacional de medicamentos, política nacional de assistência farmacêutica; Farmácia Popular.

Objetivo
Propiciar a compreensão do histórico, organização, funcionamento e desafios do SUS. Propiciar a avaliação crítica da relação entre os modelos de atenção à saúde com a evolução das políticas de saúde e de medicamentos no Brasil.

Ementa
Modelos assistenciais de atenção básica e evolução histórica. Necessidades de saúde e a oferta de ações e serviços nos sistemas locais de saúde. A estratégia da Saúde da Família como estruturante do SUS. Atenção integral à saúde entre o PSF e os níveis de complexidade do SUS. Focalização versus universalização na saúde na atenção básica. Financiamento da atenção básica no SUS. Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB) no planejamento e programação local. Interação do SIAB com os sistemas de informação em saúde. Avaliação do impacto das ações básicas de saúde. Objetivos: apresentar e discutir o tema atenção primária e promoção da saúde à partir da reorientação dos serviços de saúde do SUS; refletir sobre o planejamento, monitoramento e avaliação das ações de promoção da saúde.

Objetivo
Promover a capacitação técnica e o senso crítico do aluno em relação à realidade de saúde e dos serviços de saúde, estimulando sua participação efetiva na organização da assistência de enfermagem e no planejamento de saúde, compatíveis com as necessidades de saúde da população.